sábado, 31 de janeiro de 2009

Mais um maconheiro na família. Este, porém sem cargo eletivo...




Meio-irmão de Obama é detido com maconha no Quênia

NAIRÓBI, 31 Jan 2009 (AFP) - George Obama, um dos meios-irmãos do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi detido no Quênia por posse de maconha, informaram neste sábado fontes policiais.

George Obama foi detido sexta-feira em Nairóbi, declarou à AFP um alto representante da polícia, que não quis ser identificado.

"Ele foi preso em Huruma (um bairro de Nairóbi) com outros três homens", acrescentou o oficial, frisando que todos eles comparecerão segunda-feira diante de um tribunal.

Em seu livro de memórias, o novo presidente americano descreve seu meio irmão como "um caso doloroso". George Obama é um dos raros membros da família do dirigente que não assitiu a sua posse, no dia 20 de janeiro em Washington.

http://noticias.uol.com.br/ultnot/afp/

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Battisti diz que morto aleijou o filho...




O terrorista e mentiroso Cesare Battisti inova: se diz inocente e incrimina morto de atirar no filho e não fez nada do que dizem dele...
Adivinhem quem é o FDP do advogado dele?
Luiz Eduardo Greenhalgh

Arrumaram até a profissão de escritor para o pulha...

Vejam que conexões maravilhosas e familiares. É só ligar os personagens por pontinhos.

A página do Luiz Eduardo Greenhalgh é um serpentário só.

O terrorista Battisti se diz abalado com a prisão e a imprensa.

Olha, abalado é uma coisa que ele gosta e tem prática: meter bala nos outros sem dó nem piedade !

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Típico da filha-da-putagem esquerdista





Participantes do Fórum planejam "outro mundo", mas lucram com o atual

Vendem de tudo, faturam, discutem uma bobajada de igualdade, criticam o capitalismo, compram bastante badulaque, cagam e mijam pela cidade toda, baderneiam, roubam, incomodam, recebem ditadores, invasores e principalmente praticam suas atividades prediletas: a mentira e a hipocrisia...

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Yes, nós temos exilados também ! Bruno Daniel, irmão de Celso Daniel

Foto tumular de Celso Daniel



Porque o "egrégio" Tarso Conversa Oca Genro não se empenha em elucidar ou apressar a justiça do caso do Prefeito Celso Daniel?
Porque ele não lê o caso e julga como fez com o bandido Battisti?
Porque seus irmãos vivem exilados na França?

Medo da curriola? Medo dos parceiros mafiosos? Medo de cagar no penico das bandidagens petistas?



Tomaram o país de assalto !!


CELSO DANIEL

Corrupção, seqüestro, tortura e morte.



quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Cachorrão (Raul Pont) roendo o osso capitalista que ele não é bobo nem nada...

Rico ri à toa...

Raul Pont assegura pensão de “revolucionário”

O Diário Oficial da União publicou na sexta-feira mais uma lista contendo uma fornada de novos “anistiados políticos” do regime militar. Entre os nomes da lista está o do deputado estadual petista gaúcho Raul Pont, ex-prefeito da capital gaúcha.

Ele nunca lutou pela democracia, está desafiado a mostrar um só documento do seu grupelho político, a organização trotskista POC (Partido Operário Comunista), da qual também foi dirigente o clone de chanceler de Lula, o trotskista Marco Aurélio “Top Top” Garcia, e ainda o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Matoso, aquele que comandou a operação de estupro da conta bancária do caseiro Francenildo Santos de Souza, em Brasília.

Raul Pont vai ganhar uma indenização de R$ 267 mil. E ainda terá a pensão de “revolucionário” de R$ 2.000,00. Ou seja, de fato, a atividade dele na “oposição” era uma profissão, visava obter o benefício de uma aposentadoria. Aposentadoria de “revolucionário”. Isso é um achincalhe total! Raul Pont se opôs à ditadura militar porque queria instaurar a ditadura do proletariado no Brasil. Ele militou em organização que aderiu às armas, aos atentados, aos assaltos, e às mortes, para implantar não a democracia, mas a ditadura do proletariado. E agora é beneficiado pelo regime democrático com uma “aposentadoria de revolucionário”. Outra coisa: a anistia foi decretada em 1979, e foi a única.

Que anistia é essa que ele estaria recebendo agora? A falta de vergonha dessa gente não tem limite.

20/01/2009
VideVersus

Momento em que o egrégio decidia pela acolhida hospitaleira ao serial killer buona gente

Só divulga a lista de fanáticos? A dos contra nóis esconde no Maracanã...

Preso, filho-da-puta !




Ministério da Justiça recebe documento com assinaturas em apoio a refúgio para Battisti

da Folha Online

O Ministério da Justiça recebeu um documento com 89 assinaturas de professores universitários, escritores, intelectuais e representantes de organizações não-governamentais ligadas aos direitos humanos em apoio ao refúgio político concedido ao italiano Cesare Battisti.

O documento elogia a decisão do governo brasileiro como "corajosa e coerente com seus princípios democráticos e progressistas". Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália, o que não é admitida pela Constituição Federal do Brasil.

De acordo com o texto do abaixo-assinado, tratou-se de uma decisão "absolutamente jurídica, que considera o estatuto político da perseguição a um ex-militante mais de 30 anos depois dos acontecimentos".

Battisti foi condenado à prisão perpétua pela Justiça italiana em 1993 acusado de quatro assassinatos que teriam sido cometidos na década de 1970, enquanto militava no PAC (Proletários Armados pelo Comunismo), grupo ligado às Brigadas Vermelhas. O italiano alega ser inocente.

Confira os nomes que assinaram o documento:

1) Giuseppe Cocco - professor UFRJ;
2) Ivana Bentes - professora UFRJ;
3) Rodrigo Guéron - professor UERJ;
4) Alexandre Mendes - defensor público;
5) Alexandre Nascimento - professor Faetec e pré-vestibular para negros e carentes;
6) Bárbara Szaniecki - designer;
7) Tatiana Roque - professora UFRJ;
8) Caia Fittipaldi - tradutora;
9) Elisa Pimentel - professora;
10) José Lima - dirigente da CUT-RJ;
11) Tânia Marins - Tortura Nunca Mais;
12) Vera Vital Brasil - Tortura Nunca Mais;
13) André Barros - advogado;
14) Henrique Antoun - professor UFRJ;
15) Peter Pal Pelbart - professor PUC-SP;
16) Pablo Gentili - professor UERJ e Clacso;
17) Susana Castro - professora UFRJ;
18) Simone Sobral Sampaio - professora UFSC;
19) Luiz Camillo Osorio - professor PUC-Rio;
20) Felipe Cavalcanti - médico;
21) Geo Britto - CTO (Centro do Teatro do Oprimido);
22) Rodrigo Nunes - Goldsmiths College, University of London, e revista Turbulence;
23) Salvador Schavelzon - antropólogo;
24) Mariangela Nascimento - Universidade Federal da Bahia - Instituto Cidade;
25) José Augusto da Silva - diretor do Instituto Cidade;
26) Fábio Lobianco - assessor jurídico - Instituto Cidade;
27) Gerardo Silva - pesquisador UFRJ;
28) Leonora Corsini - pesquisadora UFRJ;
29) Alipio Freire - jornalista e escritor;
30) Heloisa Fernandes - Escola Florestan Fernandes do MST - professora USP;
31) Renato Simões - secretário nacional de Movimentos Populares do PT;
32) Arthur Gonçalves Filho - industriario aposentado e tradutor;
33) Laizio Rodrigues de Oliveira - livre pensador;
34) Laurita Salles - artista plástica;
35) Tereza Maria Copetti Dalmaso - professora estadual, RS;
36) Ricardo Campo - Unesp;
37) Diego Silva - músico;
38) Irineu José Dalmaso - professor estadual, RS;
39) Amyra El Khalili - professora (economista);
40) Adriano Copetti - juiz federal;
41) Alice Copetti Dalmaso - bióloga;
42) Silvana Copetti Dalmaso - jornalista;
43) Gabriel Santos de Araújo - professor de literatura;
44) Leonor Nunes Erberich - professora de inglês;
45) Adauto Melo - Grupo Beatrice;
46) Sara Vitelloni Tibola - arquiteta e urbanista;
47) Talita Tibola - psicóloga, mestranda em educação;
48) Daniel Dutra Trindade - psicólogo, mestrando em psicologia social;
49) Pedro Copetti Dalmaso - médico;
50) Alyda Sauer - tradutora;
51) Jorge A. Bittar - arquiteto;
52) Ruth Maria Scaff - professora UnB;
53) Lincoln Secco - professor USP;
54) Rui Martins - jornalista e escritor;
55) Celso Lungaretti - jornalista e escritor;
56) Guilem Rodrigues da Silva - poeta e juiz de segunda instância;
57) Regina de Toledo Sader - professora aposentada - USP;
58) Ricardo Cavalcanti-Schiel - antropólogo;
59) Laerte Braga - jornalista;
60) Mário Augusto Jakobskind - Rio de Janeiro - jornalista;
61) Beth Müller - psicanalista;
62) Caio Martins Bugiato - mestrando Unicamp;
63) Helio Gusmão Filho - historiador/UESB/Vitoria da Conquista-Bahia;
64) Marilourdes Fortuna - assistente social e professora de Filosofia;
65) Luiz Gozanga (Gegê) - Central de Movimentos Populares do Brasil;
66) Júlio César de Oliveira Valentim - jornalista;
67) Pedro Barbosa - mestrando;
68) Leonardo Botega - professor estadual - RS;
69) Leonardo Palma
70) Lúcia D. Coppetti
71) Sandra Cristina G. Benedetti - presidente da ObeeC (Organização Brasileira de Educação e Estudos Contemporâneos);
72) Gil Soul - cantor e compositor;
73) Ismar C. de Souza
74) Dirlene Marques - professora universitária;
75) Dulce Maia de Souza
76) Zenalde Machado de Oliveira - cientista social;
77) Fernando Claro Dias - advogado;
78) Caio Martins Bugiato - mestrando Unicamp;
79) Celeste Marcondes
80) Benedito Prezia - antropólogo e professor;
81) Penha Pena - arquiteta e urbanista;
82) Nélson Serathiniuk - sociólogo;
83) Urariano Mota - escritor e jornalista;
84) Gloria Seddon - psicanalista e artista visual;
85) Marly Vianna - professora UFSCar;
86) Antonio de Medeiros - jornalista;
87) Cláudio Batalha - professor Unicamp;
88) Jesus Carlos - repórter fotográfico;
89) Wakina M. Britto Lima - pedagoga;



Coment.: Para esta gente aí em cima e para Tarso Conversa Oca Genro, a Gendarmeria Italiana é burra, a justiça italiana é falha e parcial, aquela sociedade não sabe nada e o governo italiano é fascista... ah, e os quatro assassinados estão se fingindo de mortos e o rapaz na cadeira de rodas está representando...

God save America !



Série tapa na cara versão Congresso: rabos valiosos ou no popular, cus de ouro !

video

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

sábado, 17 de janeiro de 2009

Tem lingüiça Battisti debaixo do pirão Genro...



Tarso Conversa Oca Genro Battisti

A que cargas d'agua um Ministro da Justiça da guarida a um assassino estrangeiro?

Battisti, de 53 anos, foi julgado à revelia em 1993 na Itália e condenado à prisão perpétua como autor dos assassinatos de Antonio Santoro, Lino Sabbadin, Andrea Campagna e Pierluigi Torregiani.

Tu é gay que eu sei !



Governo gay

A se reparar na quantia volumosa de dinheiro público arremassado a la gran puta para Ongs de fachada, indenizações a terroristas, aparatos supérfluos para gays e afeminados, helicópteros para chefes de estado cocaleiros, financiamentos perdidos para paisetes, cartões corporativos, ministérios e secretarias sem função, aviões de luxo, diárias e passagens a rodo, quinquilharias injustificáveis de compras do gabinete da presidência e outras tantas orgias inominávies afirma-se com categoria que este governo dá para qualquer um...

Foi sem querer querendo... nosso Chapolin Colorado



Lula defende superpoderes para Chávez

O presidente Lula defendeu hoje, no norte da Venezuela, a iniciativa de seu colega Hugo Chávez de propor a realização de um referendo sobre a implantação de um sistema de reeleição ilimitada para presidente da República e outros cargos do Poder Executivo daquele país. Lula, que iniciou nesta semana seu penúltimo ano como presidente, rapidamente fez a ressalva de que apesar de apoiar a idéia do pseudo-ditador Hugo Chávez, esse “não é o caminho para o Brasil”.



Deu no CH



Coment.: Interessante a lógica do sinistro nosso presidente... é igual ao Chapolin do SBT: quando diz Não meneia a cabeça verticalmente e quando diz SIM, meneia horizontalmente...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Dois pesos, duas medidas, um só PT

O assassino Italiano Cesare Battisti, já condenado em seu país, não por crimes políticos, prontamente recebe asilo político. O governo imundo petista faz cara feia para o governo da itália que o quer de volta com o aval da justiça italiana. Brande soberania, arrisca relações, bate-pé.
Já no episódio dos boxeadores cubanos, que por crime máximo tivera o bom senso de desertar das garras do ditador Fidel e seu regime insano, tiveram sua deportação rápida e celere. Bastou um psiu dos cubanos e foram achados e deportados. Precisa comentar mais alguma coisa desta merda de governo?

Na foto aparecem os cubanos sendo deportados. Lá em Cuba foram "convidados" a se arrependerem e vivem a sua própria sorte banidos que foram do esporte.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

domingo, 11 de janeiro de 2009

Novo e-mail do Gabinete da Presidência




Brasil, mostra a sua cara... O novo e-mail do governo é: planalto@lheira.gov.br

Paulo Moço
Ribeirão Preto (SP)
Do Bronca Geral do CH

Peculato com recibo oficial



sábado, 10 de janeiro de 2009

Viajando audaciosamente para lugares onde nenhum brasileiro comum jamais esteve ou estará

Se vc não conhecia, conheça o tapa na cara do povo brasilero mais famoso...


Força Aérea 51, vulgo Aero-Lula



Nababesco, luxurioso, indecente, vergonhoso...
























Sábias palavras...



“A mentira tem perna curta......
língua presa, barba branca e um dedo a menos”

Comendo, bebendo e rindo às nossas custas...





União gastou R$ 1,4 bilhão com passagens e diárias em 2008

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Te mete, chinelão !

Lula afirma que imprensa faz mal ao seu fígado, diz revista



Depois de anunciar bem alto e claro que ia tirar férias em Fernando de Noronha e chamar toda a imprensa com isto, fica a "recramar"do assédio, da falta de privada (cagava no mato, decerto) e dá volta com a cola erguida pra casa.
Daí diz que a imprensa faz mal para o fígado dele...
Meu... pela quantia que tu bebe, teu fígueiredo já é Total Frex...
Logo ele que é um chupandrino de microfone, um Rei da declaração desastrada, como é que vai "recramar" da imprensa?

Imoralidades sem fim deste governo de merda




Brasil enviará 14 toneladas de ajuda humanitária a Gaza

O governo brasileiro enviará na próxima sexta-feira (9) 14 toneladas de remédios e alimentos como ajuda humanitária para as vítimas do conflito entre Israel e o grupo islâmico radical Hamas em Gaza, informaram hoje fontes oficiais.

Coment.: Num tempo recorde o governo ajuda gente de outras bandeiras e de quebra alguns terroristas junto.Para Santa Catarina, burocracia, sumiço e demora para ajuda aos flagelados. Mas quem suporta tamanha desfaçatez??

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Enfiando dinheiro no cu, literalmente....




Corja de gênios de araque

"Reduzir danos" [explicação do Minisério da Saúde para disribuir 15 milhões de gel-lubrificantes para homossexuais] é de morrer de rir. O governo deveria se preocupar primeiro em "reduzir danos" nos bolsos de milhões de brasileiros que não têm o que comer. Que sofrem tanto que não têm mais nada para reduzir. Muitos não têm nem água para beber. Enquanto isso, deveriam trabalhar para reduzir os danos deixados pelos ladrões dos cofres públicos. A cabeça dessa corja de gênios de araque é que deve ser reduzida a zero de burrice e demagogia.

Vicente Limongi NettoBrasília (DF)


**************************

Cuidados exagerados

Por que tantos cuidados com os Ggays? Não é justo gastar tanto com os cuidados com os gays em detrimento dos verdadeiros necessitados de cuidados pelas instituições públicas. Ser gay não é ser portador de doença e sim, muitas vezes, opção "transcendental", o que nos leva a concluir que cada criatura deve arcar com os efeitos de suas "opções". Tem muitas coisas para as instituições públicas cumprirem suas obrigações para com o povo.
João Fernandes de Oliveira

Nova Xavantina (MT)

do Bronca Geral do CH

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Tiranete colaborando com o fim do embargo aos cubanos

Raúl Castro diz que EUA nunca deixarão de ser "agressivos e traiçoeiros"




da Folha Online

O presidente de Cuba, Raúl Castro, assegurou nesta quinta-feira que ter chegado ao 50º aniversário da revolução foi uma vitória dupla por ter acontecido em meio ao "ódio doentio" dos Estados Unidos.

Raúl liderou o ato principal em lembrança do 50º aniversário da revolução em Santiago de Cuba, onde destacou que o acontecimento representa "uma vitória duplamente meritória porque foi atingida apesar do ódio doentio e vingativo do poderoso vizinho".

O presidente disse que os Estados Unidos "nunca deixarão de ser agressivos, dominador traiçoeiro". Ele disse, no entanto, que está disposto a conversar com o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, que assume o governo no dia 20 deste mês.

"Todos os governos americanos não pararam de tentar forçar uma mudança de regime em Cuba empregando uma ou outra via com maior ou menor agressividade", disse o presidente cubano, acompanhado pela cúpula do governo e figuras históricas do processo político que triunfou em 1º de janeiro de 1959.

O chefe de Estado acusou ainda Washington de ter fomentado e apoiado a sabotagem, o bloqueio econômico contra a ilha, as agressões políticas e diplomáticas, além de um terrorismo de Estado que, segundo ele, custou a vida de 3.478 pessoas.

O presidente disse que "resistir foi a palavra de ordem e a chave de cada uma das vitórias" cubanas e assegurou que "foi uma resistência firme, alheia a fanatismos, baseada em sólidas convicções e na decisão de todo um povo de se defender ao preço que for necessário".


Coment.: Mas vem cá... o regime cubano não é o nirvana dos regimes políiticos? Não pode tudo por si só? Não resolve tudo? Porque precisa de negócios com o império americano??

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Curtas e grossas


Preocupe-se com o Brasil, Lula

Caro senhor Luiz Inácio Lula da Silva: gostaria de lhe chamar atenção para que o senhor deixe de se preocupar com os problemas (ao menos por alguns momentos) do Haití, Timor Leste e agora com a guerra entre judeus e palestinos, e dedique um pouco de atenção aos problemas de ´segurança e saúde - entre outros - de um país chamado Brasil - do qual ainda o senhor é o presidente.
01/01/2009 11:47

Curt Heise
Blumenau (SC)


**


Cadê a primeira-dama?

A mídia é muito condescendente com a primeira-dama Marisa Letícia. Ela tomou um chá de sumiço, não mostrou a cara durante as tragédias de Santa Catarina e Minas Gerais e não recepcionou Carla Bruni. Afinal, onde anda Marisa Letícia? Já pensou se fosse Dona Ruth Cardoso? O PT e a mídia iam execrá-la.
01/01/2009 11:24

Kleber Pereira Gonçalves



Do Bronca Geral do CH

Lula é "difu" por Carlos Reis


Lula é bagagem. Lula sempre foi assim. Em uma palavra: Lula é difu! (de alguma arquibancada do futebol)


"O presidente de vocês - daqueles que o elegeram, daqueles que compartilham a sujeira com ele, daqueles que o acobertam na mídia, daqueles que batem palmas, que se ajoelham, que se vergam em busca de recursos e desinformação, daqueles que lhe dão 70% de aprovação, chegou ao seu nível moral mais baixo, abaixo até do ponto de ebulição do álcool!

Nada está abaixo do Lula. O Lula do "sifu", do "porra", do "cacete", "sabe", se colocou em uma posição inferior, não como presidente da República, mas como gente mesmo. Se o álcool não lhe trava a língua nem o faz escolher palavras do seu enorme minidicionário, o que sabemos que o álcool não faz com ninguém, ainda assim existem os assessores, "aspones", e toda a sorte de lacaios pagos a peso de ouro para vigiar e reparar o rei nudista, descuidado, impregnado de falsa santidade, que se acha um profeta sábio a dar lições de moral aprendidas no PCC a presidentes eleitos, como Barack Obama. Lula tem carreira, tem trajetória, tem currículo e folha corrida de safadezas verbais e não-verbais. A linguagem chula é a sua primeira natureza. Lula, o pele vermelha e calórica, é isso há muitos anos.

Mas não é de sua incontinência verbal (verborréia) que estou a tratar, e sim da sua vulgaridade ímpar, desmedida, tantas vezes por nós denunciada. Lula é um homem sem caráter; traidor dos amigos da quadrilha, porque não se faz o que ele fez com o José Dirceu, com o Gushiken, com o Genoíno. Nem na prisão deixam de valer os códigos de ética e de moral - uma moral suja, um ética suja, mas ainda assim uma moral e uma ética de "petralhas". Lula, o vermelho, não tem nada disso. Pior do que imoral, Lula é ilegal. Lula é um vício de origem. Os que dele se acercam devem saber disso. Se sabem, são viciadores também.

Tampouco se diga que ele fala a linguagem do povo para se fazer querido por ele. Conversa mole, conversa de institutos de pesquisa, conversa de "datalulas "cuja ética ainda está para ser revelada. Lula está deixando o povo brasileiro com a sua cara, a sua fuça, a sua carantonha vulgar e baixa. A nossa tão propalada "macunaimidade" era regional, pontual. Com Lula ela virou instituição nacional permanente. Não é para isso que trabalha incansavelmente a Saúde/Educação do imoral Temporão e seu pênis pedagógico?

O povo pode parecer com o Lula, mas ainda não é o Lula. É diferente, o povo ainda pode lavar a cara todas as manhãs, que a sujeira sai. Mas Lula não, no máximo pode ser maquiado pela e-nésima vez pelos puxa-sacos de sua laia, engolir uns "engovs" e seguir a sua rotina de laxista irresponsável.

O "inaudível" "sifu" pronunciado publicamente entrou para história do Brasil, a história da infâmia do Brasil. Mais uma da enorme série de Lula, o "serial killer" da vergonha, o personagem central dessa quadra de desonra, de baixeza da vida nacional. Lula e seus lacaios deixaram as instituições assim: o Parlamento, a Justiça, a Democracia, a Soberania Nacional, a Imprensa. A marca venal é desse tamanho e contamina a sociedade inteira comprometendo o seu futuro. E ainda essa gente assemelhada a ele quer apagar o passado brasileiro, e destruir os registros da nossa moral e os documentos da nossa boa fé, da nossa honestidade como povo. Tudo isso para quê? Para elevar um sujeito vulgar e desprezível à condição de líder máximo do socialismo no Brasil.

É exatamente esse sentimento que me faz voltar a todo o momento não a ele, Lula, o infame, mas para a mídia e os intelectuais de miolo mole que o protegem, que fingem que nada vêem, que nada ouvem. A legião dos infames que o cercam e o embelezam não pára de crescer.

Esse artigo é para vocês, jornalistas, que o acham "pop" e "extravagante".

Carlos Alberto Reis Lima é médico e escritor.





Publicado originamente no Blog DOIS EM CENA

Che era um matador, diz intelectual cubano exilado





Aqui, a entrevista na íntegra.



Só os petistas adoradores da negação não sabem... e esta gurizada alienada e seus pais ignorantes que os deixam portar adesivos e camisetas de um monster serial killer...

Definitivamente, você NÃO é culpado disto!



A liberdade e a esquerda
por Thomas Sowell


A maior parte das pessoas na esquerda não se opõe à liberdade. Elas apenas são favoráveis a todo tipo de coisas que são incompatíveis com a liberdade.

Liberdade significa, no fim das contas, o direito de as pessoas fazerem coisas que nós não aprovamos. Os nazistas tinham o direito de ser nazistas sob Hitler. Somos livres apenas quando somos capazes de fazer coisas que outros não aprovam.

Um dos mais aparentemente inocentes exemplos das muitas imposições da visão da esquerda sobre os outros é a difundida exigência das escolas e universidades do "serviço comunitário", para admissão de estudantes.

Há escolas de ensino médio em todo o país em que você não se forma, e faculdades em que você não entra, a menos que tenha se engajado em atividades arbitrariamente definidas como "serviço comunitário".

A arrogância de se confiscar o tempo dos jovens – em vez de deixá-los e a seus pais livres para decidir como usar seu tempo – só não é maior que a arrogância de se impor o que é ou não é um serviço à comunidade.

Trabalhar num abrigo de sem-teto é amplamente considerado um "serviço comunitário" – como se ajudar e se acumpliciar com a vagabundagem fosse necessariamente um serviço, em vez de um desserviço, à comunidade.

Estará a comunidade mais bem servida com mais desempregados vagando pelas ruas, agressivamente mendigando pelas calçadas, urinando nos muros, deixando agulhas e seringas nos parques onde as crianças brincam?

Este é apenas um dos muitos modos em que a distribuição dos vários tipos de benefícios a pessoas que não trabalham rompe a conexão entre produtividade e recompensa.

Mas essa conexão permanece tão inquebrável como sempre esteve para a sociedade como um todo. Você pode fazer de qualquer coisa um "direito" para indivíduos ou grupos, mas nada é um direito para a sociedade como um todo, nem mesmo comida ou abrigo, que têm de ser produzidos pelo trabalho de alguém ou eles não existirão.

Para alguns, o que "direitos" significam é forçar outras pessoas a trabalharem para o benefício deles. Como uma frase de pára-choque de caminhão (EUA) diz: "Trabalhe duro. Milhões de pessoas on welfare (vivendo dos programas sociais do governo) estão dependendo de você."

do Blog Bootlead

Obama diz a seus desapontados apoiadores: "Eu sou a mudança."




Si, se puede, cambiar... para muito pior...
A impressão que tenho com este cara é que o pior já passou e está nos esperando logo ali à frente...



Se não vejamos:



Obama pessoalmente proibiu que todas as entidades detentoras de seus documentos os divulgassem sob qualquer maneira que fosse.

Eis a lista dos papéis que permanecem secretos :

1) Registros médicos.

2) Correspondência enviada e recebida pelo seu gabinete no Senado.

3) Agenda dos encontros e demais compromissos atendidos por ele no Senado.

4) Lista dos clientes do seu escritório de advocacia e recibos dos respectivos pagamentos.

5) Histórico escolar do Occidental College, onde ele estudou por dois anos.

6) Histórico de seus estudos na Columbia University.

7) Histórico de seus estudos na Faculdade de Direito de Harvard.

8) Sua tese de doutoramento em Columbia.

9) Seu comprovante de registro na Ordem dos Advogados de Illinois.

10) Lista dos clientes que ele representou como advogado na firma Davis, Miner, Barnhill & Gallard.

11) Lista das contribuições de menos de US$ 200 oferecidas à sua campanha (essas contribuições somam mais de US$ 63 milhões e, segundo repórteres que puderam espiar por instantes algumas páginas da lista no escritório de Obama, incluem doadores como Fred Simpson, Mickey Mouse e Family Guy...).

12) Certidão de nascimento original ou cópia autenticada.

Não é preciso dizer que nenhum outro candidato presidencial jamais negou ao público os documentos equivalentes. O bloqueio torna-se ainda mais suspeito porque vários pontos essenciais da biografia de Obama estão cheios de contradições:

1) Sua avó paterna assegura que estava presente na sala de parto quando ele nasceu num hospital em Mombasa, Quênia. Ele assegura que nasceu em Honolulu, Havaí, mas ele e sua irmã dão os nomes de dois hospitais diferentes onde isso teria acontecido.

2) Ele viajou para o Paquistão quando a entrada de americanos era proibida. Usou portanto um passaporte estrangeiro, quase certamente o da Indonésia, onde ele viveu e estudou numa época em que, estando o país em guerra, só crianças de nacionalidade indonésia eram aceitas nas escolas. Mais ainda, a lei indonésia não aceitava dupla nacionalidade, de modo que para Obama tornar-se cidadão indonésio ele teve de renunciar (por meio de seu pai) à nacionalidade americana, só podendo portanto voltar aos EUA como imigrante.

3) Obama afirmou várias vezes que jamais pertencera a um partido socialista. Os documentos do New Party provam que ele mentiu.

4) Obama disse que não tinha qualquer ligação com a Acorn, ONG responsável pela maior derrama de títulos de eleitor falsos já ocorrida nos EUA. Documentos e vídeos da Acorn provam que ele mentiu.

5) Obama disse que não tivera nenhuma conexão política com o terrorista William Ayers. Documentos liberados pela Universidade de Illinois provam que ambos trabalharam juntos em projetos destinados a subsidiar organizações esquerdistas.

6) Ele disse que jamais soubera das idéias políticas do pastor Jeremiah Wright, mas como é possível ouvir todas as semanas durante vinte anos as pregações de um pastor que praticamente só fala de política, sem ficar sabendo do que ele pensa a respeito?

Fonte: Olavo de Carvalho